Fake News


“Se de FATO exite, é FATO & Se é FAKE, de fato é MENTIRA”

Se sai na rede internacional de computadores, então estará aqui!


Incêndio não atingiu a Havan, e sim unidade de industria farmacêutica a 1,2 km de distância da loja, em Hortolândia, no interior de São Paulo.

 

 

Mensagem publicada no Twitter afirma que jornalistas e eleitores não terão acesso a eventuais irregularidade porque TSE e governo proibiram policiais de repassar informações. Não é verdade.

 

 

Circula nas redes sociais mensagem afirmando que petistas gritaram ‘Fora, Haddad’ em evento. Vídeo foi tirado de contexto; gritos foram direcionados ao ex-governador de Sergipe, Jackson Barreto, do MDB.

 

 

Circula nas redes mensagem que fala do fim das promoções do aniversário. Rede de supermercados negou cancelamento da temporada de ofertas.

 

 

Mensagem atribuída à cantora brasileira circula nas redes sociais. Assessoria dela afirma que, apesar de apoiar o movimento #EleNão, Anitta ‘jamais disse que deixaria o país’.

 

 

Lista de municípios onde as entrevistas foram realizadas tem cidades de todas as regiões do país.

 

 

Candidato do PT não tem processos na Justiça Federal em Curitiba (PR).

 

 

Imagem que circula em redes sociais tem sinais de manipulação. Conta de Haddad não tem nenhum post com menção ao país, segundo a busca no Twitter.

 

 

Mensagem circula nas redes sociais falando de ‘golpe de Lula’ e ‘plano maligno da esquerda’. Não houve nenhum vazamento de áudio; todos os citados negam texto.

 

 

Texto diz que documentos foram achados com homem de 32 anos durante uma fiscalização de rotina na BR-135, no Maranhão. Ambas as corporações negam a ação. Fotos usadas são retiradas de outras notícias.

 

 

Material foi extraído de sabatina da qual presidenciável participou. Voz feminina é de repórter, e não de Manuela.

 

 

Fundação Transparência Política Internacional não existe.

 

 

Candidato a deputado nesta eleição fez vídeo dizendo que mesário pode ser solicitado para reiniciar a ordem dos votos se houver dificuldade na hora de colocar o número para presidente mesmo após candidato a governo já ter sido escolhido. A informação não é verdadeira.

 

 

Imagem feita pelo fotógrafo Evandro Teixeira em 1968 mostra estudante de medicina durante manifestação contra regime militar no Rio.

 

 

Rede de supermercados confirma que a informação da oferta é falsa.

 

 

Mensagem falsa circula nas redes sociais com vídeo editado. Em vídeo original, candidato afirma que alistamento era obrigatório e que ‘ninguém quer ir para a guerra’.

 

 

Vídeo gravado por Haddad foi publicado no dia 14 de agosto, quando Lula ainda era o candidato do PT à Presidência. Gravação foi tirada do contexto e tem sido compartilhada fazendo referência ao momento atual.

 

 

Eduardo Paes e Wilson Witzel, que disputam o 2º turno, participaram de encontro na sede da Redação Integrada, no Centro do Rio.

 

 

Cartaz diz que quem usar camisa de Haddad (PT) e Bolsonaro (PSL) ganhará 10% de desconto. Ele é falso.

 

 

TSE lembra que o código utilizado nas urnas passa por auditorias públicas. Pedro Abramovay nega que seja autor da mensagem.

 

 

Teoria de que presidenciável tem doença em fase terminal tem ganhado força nas redes sociais. Médico responsável por fazer cirurgia e acompanhar o candidato diz que Bolsonaro ‘não tem câncer nenhum’.

 

 

Candidato do PSC ao governo do estado do Rio de Janeiro foi o segundo entrevistado. Na segunda-feira (15), Eduardo Paes (DEM) foi entrevistado.

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de Wilson Witzel ao RJ2

16 min

 

 

Candidato do PSDB ao governo do estado de São Paulo é o segundo entrevistado. Na segunda, Marcio França (PSB) foi entrevistado.

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de João Doria ao SP2

16 min

 

 

Candidato do MDB ao governo do Distrito Federal é o segundo entrevistado. Na segunda, Rodrigo Rollemberg (PSB) foi entrevistado.

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de Ibaneis ao DF2 e ao G1

16 min

 

Mensagens com o conteúdo falso começaram a circular após postagem de Olavo de Carvalho.

 

 

Print de reportagem publicada na “Folha de S.Paulo” é falso. Já o projeto de lei, que não contém sua assinatura, foi arquivado e não chegou a ser votado.

 

 

‘Kit gay’ é apelido do projeto ‘Escola sem homofobia’, voltado a educadores e não a crianças; livro ‘Aparelho Sexual e Cia’ não fez parte do projeto e não foi usado em escolas.

 

 

Candidato do PSB ao governo do estado de São Paulo é o primeiro entrevistado. Nesta terça, será a vez de João Doria (PSDB).

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de Márcio França ao SP2

16 min

 

 

Candidato do DEM ao governo do estado do Rio de Janeiro é o primeiro entrevistado. Nesta terça, será a vez de Wilson Witzel (PSC).

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de Eduardo Paes ao RJ2

16 min

 

Candidato do PSB ao governo do Distrito Federal é o primeiro entrevistado. Nesta terça, será a vez de Ibaneis (MDB).

 

Veja o que é #FATO ou #FAKE na entrevista de Rodrigo Rollemberg ao DF2 e ao G1

16 min

 

Não há nenhum processo em aberto na Receita Federal referente à compra dos direitos do evento. BNDES desmentiu oficialmente o boato do empréstimo.

 

 

Ambas as imagens colocam o médico Drauzio Varella como ministro da Saúde em eventuais governos. Ele nega que tenha sido convidado por qualquer um dos candidatos e diz que, mesmo se fosse, não aceitaria o cargo.

 

 

Uma das imagens mostra tela da GloboNews; não houve pesquisa divulgada no dia 14. Já print do Índice Band revela uma simulação de intenção de voto entre Haddad e Bolsonaro antes do 2ºturno; a mensagem tira a pesquisa do contexto.

 

 

Imagens, na verdade, foram gravadas durante inauguração de obras no Autódromo de Interlagos em 2016, e o carro não era dele.

 

 

Mensagem afirma que texto foi publicado pelo G1, mas nenhuma reportagem com esse conteúdo foi publicada no site. Além disso, e-mail utilizado não é do Grupo Globo.

 

 

Projeto de lei citado na mensagem é o do novo Código Penal, que não legaliza a pedofilia.

 

 

Objetivo da mudança é unificar os modelos para facilitar a circulação e a segurança no bloco.

 

 

Em vídeos e postagens, internautas citam projeto de lei antigo como se proposta fizesse parte do atual plano de governo do PT.

 

 

Foto circula em redes sociais como se fosse atual, mas ela foi publicada há quase dez anos.

 

 

Áudio falso tem circulado no WhatsApp. FGV nega que evento mencionado tenha ocorrido.

 

 

Falso áudio tem viralizado. Voz não é dela; atriz fez post no Instagram para dizer que não apoia nenhum dos dois candidatos do 2º turno.

 

 

Mensagem também erra ao dizer que faltaram menos de 2 milhões de votos para Bolsonaro vencer no primeiro turno.

 

 

O episódio, que tem viralizado na web, foi ao ar em 21 de março, muito antes do processo eleitoral. A cena não faz alusão a nenhum candidato na disputa. É uma aula de história apenas.

 

 

Vídeo de Marina Silva (Rede) foi editado; candidata já acionou a Justiça Eleitoral

 

 

Segundo Mauro Paulino, diretor do instituto, os links sobre pesquisa online são falsos. Ele diz ainda que o Datafolha faz apenas pesquisas presenciais

 

 

Foto é de processo a que respondeu durante a ditadura por participar do PCdoB, partido que era clandestino, mas sem ligações com ações armadas.

 

 

Vídeo foi totalmente editado e frases não foram ditas por Lula da forma como aparecem. Gravação original foi publicada no Facebook de Lula no dia 22 de setembro de 2017.

 

 

Um dos posts com informação falsa tem mais de 52 mil compartilhamentos. Exército não fez nenhum pronunciamento relacionado a isso.

 

 

Homem que aparece nas imagens não é filho do candidato do PSL à Presidência.

 

 

Montagem une frases ditas em momentos distintos pela candidata a vice em sabatina.

 

 

Frase nunca foi dita ou escrita pelo colunista. Postagem não é verdadeira.

 

 

Mensagem que circula nas redes sociais diz que vídeo com declaração de Haddad foi gravado após primeiro turno das eleições presidenciais. O texto é falso. Vídeo original foi gravado no dia 6 de agosto, quando Lula, na época, ainda era o candidato da coligação O Povo Feliz de Novo.

 

 

Montagem circula acompanhada por textos que levantam dúvidas sobre processo eleitoral. TSE mostrou extrato verdadeiro.

 

 

Witzel disse que participava de um ato de campanha em Petrópolis quando a placa foi quebrada por outro candidato

 

 

Áudio e mensagem não são de autoria do apresentador do programa Conversa com Bial, da TV Globo.

 

 

Post compartilhado nas redes sociais diz que Wyllys, do PSOL-RJ, não foi reeleito deputado federal no Rio de Janeiro. A mensagem é falsa. Wyllys foi eleito com 24.295 votos.

 

 

Veja mais

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: